domingo, 2 de junho de 2013

Algodão Doce


- É rosa. – Disse ela.
- É laranja. – Contrariou ele.
- É rosa. - Ela teimava em insistir.
- Já disse que é L-A-R-A-N-J-A, entendeu Ana, LARANJA!
- Isso daí é poluição isso sim!
- Como?
- Você não sabe que o céu só fica assim no fim de tarde por causa da poluição?
- Credo. - Respondeu o rapaz com uma feição triste, como se tudo aquilo tivesse perdido o encanto.
- Credo nada, Afonso. Nem tudo são flores, e as rosas também tem espinhos.
- O que? - Ele perguntou intrigado.
- É isso mesmo. Sempre há os dois lados da moeda, nada é perfeito, aliás, o que torna o belo, belo, é o feio. Sem uma coisa, não há outra.
- Então nesse caso, você tem razão, é rosa.

Virou para o lado e ela havia sumido, ou talvez voltou … Para sua imaginação.

6 comentários:

Nicolle Brito disse...

Lindo.
Estou seguindo o/

Giih disse...

Lindo teu blog, flor.
beijos

giihflore.blogspot.com

Caio Mota disse...

Lindo texto, isso é super realidade. Infelizmente.

Belo blog o seu, sucesso!

Caio,
gravidadeartificial.com.br

Luciana disse...

Amei!
Ps.: Primeira vez que leio seu blog e estou encantada pelos seus textos, principalmente o que veio antes desse. Lindíssimos, favoritei seu blog! :)

http://www.todosossonhosdomundo.com.br/

Closet Criativo disse...

Adorei! Ah,indiquei seu blog na minha tag Liebster, comenta lá: http://closetcriativo.com

Gabriela Neves disse...

gostei do texto rs

seguindo :)

xx

cabecanasnuvensz.blogspot.com.br